Início do menu.
Início do conteúdo.

Ultimas Notícias

Voltar

TRT/RJ ADQUIRE IMÓVEL QUE ABRIGA TRÊS VTs DE SÃO GONÇALO

Data de criação: 05/12/2018 16:27:00

Presidente do TRT/RJ e demais autoridades, sentados à mesa no salão nobre do prédio-sede, durante assinatura do documentoFoi assinado na tarde desta quarta-feira (5/12), no prédio-sede do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT/RJ), o contrato de compra e venda, com força de escritura pública, do imóvel localizado na Rua Lourenço Abrantes, nº 41, que abriga as 4ª, 5ª e 6ª Varas do Trabalho de São Gonçalo. A assinatura do documento contou com a participação, além do vendedor do imóvel, do desembargador Fernando Antonio Zorzenon da Silva, presidente do Tribunal, na condição de interveniente, e do superintendente do Patrimônio da União no Estado do Rio de Janeiro, Leonardo da Silva Morais, representando a União Federal, efetiva compradora do prédio.

Os recursos orçamentários para a aquisição do prédio foram autorizados pela Lei nº 13.705/2018, que abriu crédito especial em favor do TRT/RJ. A aquisição permitirá, a partir de agora, uma economia para o Regional de aproximadamente R$ 21,7 mil por mês, valor que era gasto com o aluguel do prédio. As outras varas do trabalho da comarca de São Gonçalo – 1ª, 2ª e 3ª – ficam localizadas em um prédio contíguo (Rua Lourenço Abrantes, nº 59), que já é próprio desde 1974.

Com essa compra, passa para seis o número de novos imóveis que foram incorporados ao patrimônio do Tribunal, representando uma significativa economia de recursos destinados ao pagamento de aluguel, uma das metas da administração do biênio 2017-2019.

Desde o início da gestão, passaram a fazer parte do patrimônio do Tribunal os prédios da Rua do Lavradio e da Avenida Gomes Freire, ambos localizados no Centro da cidade do Rio de Janeiro; o prédio que abriga o Fórum Juiz Azulino de Andrade, em Nova Iguaçu; o edifício Darcy Vargas, localizado na Av. General Justo, também no Centro da cidade; e o prédio-sede, que, antes compartilhado com a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE/RJ), passou a ser destinado em sua totalidade à Justiça do Trabalho da 1ª Região. Além desses, ainda está pendente a finalização da compra de um novo prédio para a comarca de Duque de Caxias, cujo termo de compromisso foi assinado no mês de outubro.