Início do menu.
Início do conteúdo.

Ultimas Notícias

Voltar

NO DIA MUNDIAL CONTRA O TRABALHO INFANTIL, TRT/RJ APOIA LANÇAMENTO DE CAMPANHA SOBRE O TEMA

Data de criação: 12/6/2019 17:07:00

Palestrantes de Campanha de Combate ao Trabalho Infantil O Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT/RJ) participou, na manhã desta quarta-feira (12/6), do lançamento da Campanha Mundial contra o Trabalho Infantil, realizado no Museu do Amanhã, no Centro do Rio. Com o tema “Criança não deve trabalhar, infância é para sonhar”, o evento teve como objetivo promover uma reflexão da sociedade sobre as consequências da exploração do trabalho de crianças e adolescentes. A juíza do trabalho Adriana Leandro de Sousa Freitas representou o Regional fluminense no encontro.

Gestora de primeiro grau do Programa de Combate ao Trabalho Infantil e de Estímulo à Aprendizagem do TRT/RJ, a magistrada disse que é preciso “quebrar” o mito enraizado na sociedade de que é melhor ver as crianças em casa ajudando a família do que roubando. Segundo ela, não é possível achar natural que crianças de sete anos fiquem em casa segurando panelas pesadas ou cuidando dos irmãos pequenos. “O lugar delas é na escola, e também brincando. As pessoas esquecem que as crianças são vulneráveis, que muitas vezes sofrem mutilações, abalos psicológicos e são exploradas sexualmente”, explicou.

A juíza Adriana Freitas destacou a importância de o TRT/RJ apoiar um evento desse porte, promovido no Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil. A magistrada destacou que uma das principais linhas de atuação do Tribunal neste sentido é o esclarecimento do cidadão quanto a ferramentas para um combate mais efetivo, como o “Disque 100”, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.  “Eu e o desembargador José Luis Campos Xavier, que é gestor regional em segundo grau do programa no Tribunal, acreditamos também na efetividade de cursos profissionalizantes e outras formas de ocupação para ajudar a resgatar os menores que trabalham nas ruas, dando a eles uma vida digna”, concluiu.

A organização do evento contou também com o apoio das seguintes instituições: Ministério da Economia/SRT/RJ; Ministério Público do Trabalho do Rio de Janeiro; Organização Internacional do Trabalho (OIT); Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI); Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDSDH/RJ); Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SMASDH/RJ); Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho 1ª Região (Amatra1); Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE Rio); Associação Beneficente São Martinho; CAMP Mangueira; Secretaria Municipal de Assistência Social de Itaguaí (SEMAS/Itaguaí) ; Furnas; Canal Futura; e Museu do Amanhã.

O QUE É TRABALHO INFANTIL

A Organizaçao Internacional do Trabalho (OIT) define trabalho infantil como "tudo aquilo que priva crianças de sua infância, seu potencial e sua dignidade, e que é prejudicial ao seu desenvolvimento físico e mental". Segundo a organização, refere-se ao trabalho que:

  • É mental, física, social ou moralmente perigoso e prejudicial para as crianças;

  • Interfere na sua escolarização;

  • Priva as crianças da oportunidade de frequentarem a escola;

  • Obriga as crianças a abandonar a escola prematuramente;

  • Ou exige que se combine frequência escolar com trabalho excessivamente longo e pesado.

FÓRUM DA LAVRADIO SE ILUMINA DE VERMELHO

A campanha mundial contra o trabalho infantil também conquistou o apoio de uma das principais unidades do TRT/RJ durante esta semana: o Fórum Trabalhista da Rua do Lavradio (Rua do Lavradio nº 132, no Centro). O prédio ganhou uma iluminação vermelha em alusão ao cata-vento de cinco pontas, símbolo da luta pela erradicação do trabalho infantil em todo o mundo. O objeto representa movimento, sinergia e articulação de ações permanentes contra o trabalho infantil, simbolizando também a alegria que deve se fazer presente na vida de todas as crianças.

Cata-vento e fachada da Lavradio iluminada de vermelho

 

Assinatura AIC