Memória

Memória

Em celebração ao centenário de nascimento do jurista Délio Maranhão, o Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região exibirá em seu Centro de Memória uma mostra com fotografias, medalhas, publicações, documentos acadêmicos e funcionais, além de depoimentos em vídeo, especialmente gravados para a ocasião, por importantes operadores do Direito que privaram do convívio do homenageado.

O acervo reunido permitirá ao público compartilhar alguns momentos marcantes da trajetória que inspirou - e deve seguir inspirando - todos os que estudam, aplicam e vivenciam o Direito do Trabalho.

Nesta página, algumas das fotos que o visitante encontrará nas mesas expositoras do espaço cultural do TRT/RJ. Programe-se e venha visitar a mostra, que será inaugurada no dia 14 de maio, às 17h.

O Centro de Memória está instalado no mezanino do Centro Cultural do TRT/RJ, térreo do Prédio-Sede, na Avenida Presidente Antônio Carlos, nº 251, Centro do Rio de Janeiro, aberto de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h.


Délio Maranhão, em sua formatura, em 1937.

 

Délio Maranhão, em sua formatura, em 1937. O jurista graduou-se bacharel em Direito pela Faculdade Nacional de Direito da Universidade do Brasil (atual Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ), onde foi contemporâneo de Evaristo de Moraes Filho, Alzira Vargas do Amaral Peixoto e Helio Tornaghi.

Délio Maranhão recebendo a Medalha Teixeira de Freitas, do Instituto dos Advogados Brasileiros, em 14 de abril de 1971.

 

 

 

 

 

 

Délio Maranhão, à esquerda, recebendo a Medalha Teixeira de Freitas, do Instituto dos Advogados Brasileiros, em 14 de abril de 1971.

Délio Maranhão em momento descontraído

 

 

 

 

 

Délio Maranhão em momento descontraído, no ambiente familiar, em foto de 1973. O magistrado exerceu a jurisdição até 9 de outubro de 1969, quando se aposentou.

Délio Maranhão

 

 

 

 

Délio Maranhão (primeiro à esquerda) em Simpósio sobre os Juízes Classistas da Justiça do Trabalho, em Brasília. Foto de 27 de setembro de 1975.